Brasil Paraná

Conheça Foz do Iguaçu e uma das Novas Sete Maravilhas da Natureza

Foz do Iguaçu foi uma cidade que me surpreendeu positivamente. Fui para lá no Carnaval de 2017 porque estava passando por um momento delicado e, uma semana antes do Carnaval, a minha mãe resolveu organizar essa viagem. Ela escolheu Foz por ser uma cidade perto de onde a gente mora (Porto Alegre) e por ter achado um resort bem legal – falo mais dele no final do post. Até então a cidade não estava na minha lista de lugares que eu queria conhecer e só tenho a agradecer que fui! Foz tem vários cantos lindos e é pura natureza.

A ideia era passar a viagem inteira aproveitando o Resort e só sair pra visitar as Cataratas, mas no fim descobri o Parque das Aves, o Marco das Três Fronteiras e o Skydive Foz e foram passeios incríveis! Vou falar um pouco de cada um.

Cataratas do Iguaçu

Valor da entrada com transporte no Parque: R$43,00 para adultos (+12 anos) brasileiros.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h às 17h.

Patrimônio Natural da Humanidade e uma das Novas Sete Maravilhas da Natureza, fica localizada entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Brasil, e o Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina, na fronteira entre os dois países. Eu visitei a parte brasileira e amei, é um dos lugares mais lindos que eu já fui!

Recomendo ir no horário que o parque abre porque depois as filas ficam enormes e o Parque fica lotado.

Marco das Três Fronteiras

Valor da entrada: R$28,50 para adultos (a partir de 12 anos). Crianças de 6 a 11 anos, idosos brasileiros a partir de 60 anos e estudantes pagam R$ 15,25.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 14h às 22h.

“Da cidade brasileira de Foz do Iguaçu, onde está instalado o Complexo Turístico Marco das Três Fronteiras, o visitante tem à disposição uma infraestrutura com diversas atrações: gastronomia regional, ambientação histórica, curiosidades e conforto para contemplar e viver o lugar.”

O Marco das Três Fronteiras marca as fronteiras de Foz: Argentina e Paraguai. Fui quase na hora do por do sol e me apaixonei pelo local.

“As novas construções homenageiam as Missões Jesuíticas, e toda a ambientação visual e sonora do passeio direciona o foco do visitante para a história do desbravamento da região de Foz do Iguaçu, incluindo uma belíssima projeção de 12 minutos sobre Cabeza de Vaca, o primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu em 1542 (que muitas vezes é esquecido pela própria cidade) e sobre a formação política e social da cidade.”

https://www.visitefoz.com.br/pontos-turisticos/marco-das-tres-fronteiras/

Parque das Aves

Valor da entrada: R$60,00.
Crianças de até 8 anos não pagam. Estudantes e idosos (6o anos ou mais) pagam meia entrada.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h30 às 17h.

Outro lugar que eu amei conhecer. Como vegana, sou contra exploração de animais e animais em jaulas ou gaiolas, mas o Parque das Aves tem como objetivo a conservação de aves da Mata Atlântica. A ideia não é manter os bichos em cativeiro, mas sim salvar as aves que, devido ao desmatamento, à caça, ao tráfico e à extração de fontes alimentares para aves, encontram-se ameaçadas de extinção. Eles acolhem aves resgatadas que sofreram com o tráfico e maus tratos e que não possuem mais condições de retornar ao seu habitat natural. Acho o trabalho deles bem interessante e importante.

“O Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação das aves lindas e exuberantes da Mata Atlântica, oferecendo uma experiência de contato próximo, imersivo e encantador com elas. Visitando o Parque das Aves você também conhece o que fazemos para ajudar a reverter a crise de conservação que essas aves e a Mata Atlântica estão vivendo. Aqui você pode ter uma experiência completa de conexão e conhecimento sobre as aves e as suas florestas, um patrimônio natural de importância global ao seu alcance.”

O parque tem quatro viveiros de imersão e a experiência é linda!

Skydive Foz

Uma das coisas mais legais que fiz na cidade (e na vida!) foi pular de paraquedas! Era algo que eu sempre tive vontade, mas, além de faltar coragem, não achava nenhum lugar que me deixasse segura. Quando minha mãe comprou as nossas passagens, fui pesquisar o que fazer em Foz e descobri o Skydive Foz, uma escola que funciona desde 2013 e que eu só achei boas avaliações.

“A SkydiveFoz opera sua área de salto dentro dos mais altos padrões de segurança e sob a regulação das normas da Confederação Brasileira de Paraquedismo – CBPQ. É também filiada à Federação Paranaense de Paraquedismo – FEPAR.”

Pesquisei bastante sobre eles e resolvi marcar um horário para fazer o salto duplo. A escola é um pouco afastada, mas tem transfer que busca no hotel.

Do avião até o salto dá uma média de 30 minutos, mas é recomendado reservar 3h para o passeio. Antes do salto, recebe-se algumas orientações, com uma mini aula do que fazer e quando fazer.

Marquei meu salto durante o por do sol e a vista foi a melhor possível! Além de ver o sol se pondo, passei pelas Cataratas e a Usina Hidrelétrica.

É uma experiência maravilhosa e eu recomendo demais! Tenho muita vontade de repetir o salto.

Além desses passeios, também tem a Usina Hidrelétrica de Itaipu, o Templo Budista Chen Tien, o Vale dos Dinossauros e vários outros. Não fui em tudo pra aproveitar o Resort.

Onde parar

Eu fiquei no Mabu Thermas Grand Resort, um resort incrível, com atividades para todas as idades. Há pouco tempo também foi inaugurado o Blue Park, um parque aquático no próprio Resort, mas aberto ao público.

“Eleito um dos 25 melhores resorts do Brasil e da América do Sul pelo Trip Advisor, o Mabu Thermas Grand Resort está localizado sobre a maior fonte de águas termais do planeta, o Aquífero Guarani. As águas se renovam a cada 4 horas e afloram nas piscinas e praia do complexo, com aproximadamente 36° C, a mesma temperatura do corpo humano.”

O Mabu fica em frente do Shopping Catuaí Palladium, a 4km do Marco das Três Fronteiras, a 9km da entrada do Parque Nacional do Iguaçu e a 8km do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Me deslocava de táxi para todos os locais e foi super tranquilo. Para o aeroporto, o hotel tem transfer mediante custo adicional.

Mabu Thermas Grand Resort

Vocês já foram pra Foz? Contem aqui nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: