Grécia

Conheça Oia na ilha grega de Santorini

As ilhas de Santorini surgiram como resultado de várias erupções do vulcão da ilha. O vulcão continua ativo e falam que provavelmente ele é o único que tem a cratera no mar. A última erupção do vulcão foi em 1950.

Oia (pronuncia-se “ía”) é bem o que a gente pensa da Grécia: casinhas brancas numa montanha, igrejas com o telhado azul, vista para o mar e flores rosas por todo o canto. É divina!

Eu visitei a ilha em julho de 2018. É a época de alta temporada e, por isso, acaba sendo uma época cara. Além disso, a diferença de preços de Atenas para Santorini é gritante – dá pra perceber isso na hospedagem, alimentação e compras. Recomendo ir para Santorini antes para não se apavorar tanto! hehe

Não conheci outros cantos de Santorini além de Oia porque, além de ter ficado poucos dias e querer aproveitar o hotel, tinha que subir e descer vários degraus para chegar em qualquer lugar. Esse não é um lugar que eu recomendo ir com bebês, crianças nem pessoas com dificuldade de locomoção.

As igrejas são as maiores atrações da ilha – todo mundo quer tirar uma foto nas famosas igrejas brancas com telhado azul. E, realmente, é lindo o contraste delas com o mar e o céu azul.

Vista das ruínas do Castelo de Oia.
Frutas no meio do caminho e o Castelo de Oia no topo.

Rocha de vulcão.

A melhor coisa para fazer em Oia é caminhar sem rumo e se perder nos cantinhos da ilha. Em cada canto se encontra algo diferente – seja uma rocha do vulcão, uma oliveira, uma igrejinha ou ruínas de um castelo. Não se prenda muito à roteiros. Conheça a ilha do seu jeito.

Onde parar

Fiquei no Oia Mare Villas em Santorini, um hotel incrível – provavelmente o melhor que eu já me hospedei, levando em consideração o quarto, o atendimento, a localização e a vista. A diária no hotel não é das mais baratas, mas a experiência é única. Estava tão apaixonada por tudo que não conseguia dormir direito. Ficava até tarde na jacuzzi e acordava antes do nascer do sol pra não perder nem um segundo nesse paraíso.

O hotel tem serviço de transfer do aeroporto e do porto e acho extremamente essencial esse serviço nas ilhas. É bem fácil se perder por lá e, além de ser complicado de achar o hotel, é bem ruim para carregar as malas.

Para viagens pra Grécia, a melhor coisa é levar só uma mala pequena, com pouco peso, para facilitar. Vi muita gente tendo que carregar mala grande pelas escadarias de Oia e senti o sofrimento delas.

Espero que tenha gostado do post! Registre-se aqui no blog para não perder nenhum post da Grécia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: